Novidades e Atualizações

  • Loja Kosher para judeus abre no Porto

    news-1

    A loja Kosher, a primeira de mercearia judaica, funciona no Mercado do Bom Sucesso numa iniciativa do Hotel da Música, que já é certificado há dois anos pelo rabinato do Porto, em parceria com a Comunidade Israelita da cidade.

    READ MORE >>
  • Casa da História Judaica aumenta oferta turística do concelho do Sabugal

    news-1

    A Casa da História Judaica da Raia Sabugalense vem juntar-se ao castelo e ao museu municipal, dois espaços que atraem muitos turistas para aquele concelho.

    READ MORE >>
  • Portugal vai relembrar Zacut, o rabino de Salamanca que guiou Vasco da Gama

    news-1

    A cidade portuguesa de Leiria, que aspira a ser Capital Europeia da Cultura em 2027, vai recuperar a memória de Abraham Zacut, um judeu natural de Salamanca cuja obra guiou Vasco da Gama durante as suas expedições à Índia. Zacut é o autor de uma grande obra sobre astronomia intitulada "Almanach Perpetuum" ("A Grande Composição", 1478), que iniciou durante os seus estudos na Cátedra de Astrología da Universidade de Salamanca, onde vivia sob a proteção do então bispo Gonzalo de Vivero, que o incentivou a desenvolver o dito trabalho.

    READ MORE >>
  • Genealogista Assis Arruda consegue cidadania portuguesa para descendentes de judeus sefardistas de famílias de Sobral

    news-1

    Com 45 livros publicados sobre genealogia no Ceará, com foco nas raízes portuguesas de famílias radicadas na região do Vale do Acaraú, ao longo de 45 anos de pesquisa, Assis Arruda nunca havia imaginado que seus estudos viessem a render bons dividendos. O amor que dedicou ao estudo do tema desde a época de estudante de pré-vestibular, pelo contrário, gerou despesa, uma vez que teve de pagar do próprio bolso a publicação de dez livros em papel. Os outros estão disponíveis na Internet.

    READ MORE >>
  • De Nova York a Vassouras, o encontro de muitas histórias

    news-1

    No ano de 1636 o Brasil abrigou a primeira sinagoga das Américas. Foi em Recife. Próximo à sinagoga também havia sido construído o primeiro cemitério judeu do Brasil e das Américas, no mesmo período. Os judeus eram enterrados de acordo com seus rituais religiosos. Nenhum judeu era obrigado a aderir ao catolicismo. Não precisavam virar “cristãos-novos”. Os braços da Inquisição não chegavam ali. Mais de 220 anos depois, no ciclo do café, em 1859, na próspera cidade de Vassouras, no Sul Fluminense, o cadáver insepulto de um judeu chamado Benjamin Benatar criou uma crise memorável na cidade. Antes de morrer, confessou ser judeu e queria ser enterrado como tal. Era uma heresia. Não podia ser enterrado em cemitério cristão. A igreja, que era dona dos cemitérios no país, o proibia. Não havia cemitério público. Cemitério judeu? No país só havia um, até então desconhecido, escondido na Amazônia. Ninguém sabia o que fazer com o corpo de Benjamin, mesmo depois de embalsamado.

    READ MORE >>
  • Sobrenomes de judeus expulsos da espanha em 1492 – veja se o seu O seu está na lista

    news-1

    Como identificar, então, quem era Cristão-novo? A mais importante pista está justamente nos arquivos da Inquisição. Aproximadamente 40 mil julgamentos resistiram ao tempo, 95% deles referentes a crimes de judaísmo. Anita Waingort Novinsky, historiadora da Universidade de São Paulo, encontrou exatos 1.819 sobrenomes de Cristão-novos detidos, só no século XVIII, no chamado “Livro dos Culpados”. Os sobrenomes mais comuns dos detidos eram , Nunes (120), Henriques (68), Mendes (66), Correia (51), Lopes (51), Costa, (49), Cardoso (48), Silva (47) e Fonseca (33). A Inquisição anotava todos os nomes dos detidos cuidadosamente, como se fosse a Gestapo nazista e mantinha uma relação de bens de Cristão-novos para confisco.

    READ MORE >>
  • Évora inaugura memorial aos milhares de vítimas da Inquisição

    news-1

    Nos 480 anos da criação do Tribunal do Santo Ofício na cidade alentejana, nasce um monumento na Praça do Giraldo. Os milhares de vítimas da Inquisição portuguesa passam, a partir de hoje, a ter um monumento em sua homenagem na cidade de Évora. Situado entre a fonte da Praça do Giraldo e a Igreja de Santo Antão, onde se realizaram diversos autos-de-fé, o monumento, da autoria do escultor João Sotero, é inaugurado no dia em que se assinalam 480 anos sobre a data em que foi lida na Sé de Évora, perante o rei D. João III, a bula papal que autorizava a instalação e o funcionamento em Portugal do Tribunal do Santo Ofício.

    READ MORE >>
  • A criação do Estado de Israel foi elaborada na rua 13 de maio, em Belém.

    news-1

    A criação do Estado de Israel não seria possível sem conversas entre um cafezinho e outro em um antigo escritório de advogados na Rua 13 de maio em Belém. Ali, um judeu sionista e seu amigo advogado traçaram os passos que levariam a ONU a criar o Estado na célebre votação de 1947. Um capítulo desconhecido da história mundial que passa pelo bairro da Campina.

    READ MORE >>
  • BIENVENIDA ABIGAIL: una portuguesa redescubre su judaísmo

    news-1

    Abigail (Marina) Erlich estaba programada para presentarse ante el tribunal rabínico de conversión para retornar formalmente al judaísmo, cuando en el último momento, reveló al Rabino Elisha Salas, emisario de Shavei Israel a Portugal y quién la guió a través de varios años de estudio, que creía que ya era judía.

    READ MORE >>
  • Câmara Municipal de Lisboa formaliza criação de Museu Judaico em Alfama

    news-1

    A Câmara Municipal de Lisboa assina, esta quarta-feira, acordos de colaboração com a associação de turismo local e a Comunidade Israelita para a criação do futuro Museu Judaico da cidade, no Largo de São Miguel, em Alfama.

    READ MORE >>
  • Ossos de antiga prisão de Évora dão voz às vítimas da Inquisição

    news-1

    O castigo era das almas, mas os corpos foram abandonados sem direito a cerimónias fúnebres ou compaixão de últimos instantes. Nos 20 metros quadrados do “quintal da limpeza dos cárceres”, a lixeira da prisão do Tribunal da Inquisição de Évora, 12 esqueletos e 980 ossos desarticulados são hoje a memória última que sobejou da vida de homens e mulheres perseguidos pelo Santo Ofício. Uma equipa de investigadores foi analisar essas ossadas, que datam dos séculos XVI e XVII, e recuperar os respectivos processos acusatórios e determinou que as vítimas terão sido acusadas de “judaísmo”, “heresia” e “apostasia”.

    READ MORE >>
  • Casa da Inquisição - Centro Interativo da História Judaica em Monsaraz

    news-1

    Julgamos que o "edifício da Inquisição" em Monsaraz tenha apenas funcionado como albergue de um familiar do Santo Ofício ou, quanto muito, como estadia temporária de acusados, que mais tarde seriam julgados no Tribunal do Santo Ofício em Évora. Mas a nossa história judaica não começa com a Inquisição no século XVI. A antiguidade da minoria hebraica de Monsaraz encontra-se já documentada no foral concedido por D. Afonso III em 1276, e suspeita-se ainda nos termos da carta lavrada em Monsaraz a 15 de maio de 1317, já no reinado de D. Dinis, aludindo à venda de Mourão ao mercador Martim Silvestre, pai do cavaleiro Gomes Martins, em 19 de abril do mesmo ano.

    READ MORE >>
  • Pesquisa Genealógica e nos Arquivos da Inquisição

    news-1

    Esta busca não é uma pesquisa genealógica típica ou habitual. Esta, exige que se preste bastante atenção às informações culturais de sua família, assim como, também, aos diferentes costumes que eram praticados, a fim de poder alcançar o objetivo desejado. Em nenhum momento podemos esquecer que estamos tentando desvendar uma trama complicada. Trama esta da qual as famílias cripto-judaicas ligeiramente teceram ao seu redor, a fim de não serem pegos pela Inquisição. É preciso peneirar informações atuais para descobrir, inclusive, pistas que podem parecer pequenas ou não tão relevantes.

    READ MORE >>
  • Segunda maior potência em startups, Israel agora tenta criar ‘gigantes’

    news-1

    Conhecida pelo apelido de “nação das startups”, Israel reúne atualmente cerca de 6 mil empresas de tecnologia em estágio inicial, de acordo com estimativas de fontes consultadas pelo Estado. Sozinho, o número pode ser considerado pequeno, já que é pouco superior ao total de startups em operação no Brasil – são 4,1 mil, de acordo com dados divulgados em janeiro pela Associação Brasileira de Startups (ABStartups). Porém, ele se torna impressionante quando comparado à população israelense, de cerca de 8 milhões de habitantes, número inferior ao da cidade de São Paulo. “Perdemos apenas para o Vale do Silício”, diz o israelense Uri Levine, cofundador do aplicativo de navegação em mapas Waze. O serviço, que hoje reúne mais de 50 milhões de usuários no mundo, foi vendido em 2013 para o Google por quase US$ 1 bilhão.

    READ MORE >>
  • Museu Judaico de Lisboa avança, com gestão da Associação de Turismo

    news-1

    A Câmara de Lisboa discute esta quarta-feira a criação do Museu Judaico de Lisboa, que representa um investimento de 2,9 milhões de euros e cuja gestão vai ser confiada à Associação de Turismo de Lisboa. Contar a história dos 800 anos da presença judaica em Portugal é o objectivo central deste equipamento, que incluirá também um centro de documentação.

    READ MORE >>
  • Nós trasmontanos, sefarditas e marranos - Isaac de Castro Tartas

    news-1

    Em Tartas, localidade francesa da Gasconha, pelo ano de 1625, nasceu uma criança que foi batizada com o nome de Tomás Luís. Seus pais (Cristóvão Luís e Isabel da Paz) eram cristãos novos de Bragança, fugidos da inquisição. Ambos se ligavam à família de Oróbio de Castro. Tartas viveria até aos 11 anos, altura em que foi para Bordéus estudar gramática e filosofia. Por 1639, a família deixou a França e rumou para a Holanda, fixando-se na cidade de Amesterdão. Ali aderiram abertamente ao judaísmo, fazendo-se circuncidar e tomando nomes hebraicos. Tomás Luís passou a chamar-se Isaac de Castro.

    READ MORE >>
  • A vida de um marrano: Samuel Nuñez Ribiero

    news-1

    Daremos aqui a história de uma famosa família de Marranos, cerca de duzentos anos após a expulsão da Espanha e Portugal. Os Marranos daqueles países, vivendo em constante terror, tinham apenas uma esperança: escapar para algum país amigo para jogar fora aquele odioso disfarce e viverem abertamente como judeus. Assim ocorria com a família Nunez. Durante muitas gerações, esta família mantivera sua fé judaica em segredo, e alguns membros da família tiveram morte violenta nas mãos da Inquisição. (Clara Nunez foi queimada em Sevilha, Espanha, em 1632, e no mesmo ano Isabel e Helen Nunez também foram condenadas à morte por sua lealdade à fé judaica). Um ramo da família, que vivia em Portugal, estava entre as mais conhecidas famílias nobres. Embora vivessem quase 250 anos depois da Expulsão da Espanha e Portugal, esta família ainda observava secretamente a religião judaica. Era liderada por Samuel Nunez, nascido em Portugal, e que se tornara um famoso médico. Fora nomeado Médico da Corte do Rei de Portugal. Além dos serviços que prestava à família real, toda a nobreza considerava um privilégio ser atendido por ele. O Dr. Nunez não era requisitado apenas como profissional, como também era convidado a todos os eventos sociais importantes. Além disso, quando ele organizava um banquete ou um baile em seu lindo palácio sobre o Rio Tejo, a elite da sociedade lisboeta estava entre seus convidados.

    READ MORE >>
  • Inaugurada oficialmente a Shaarei Shalom

    news-1

    No último Domingo, no Bairro do Grajaú (mais precisamente na casa do Auriel Martins), houve a reunião de inauguração da Congregação Judaica Shaarei Shalom. Na reunião deste ultimo Domingo, Sérgio Sobreira apresentou o estatuto que está devidamente em curso no cartório. Foi criada uma comissão que irá procurar um local que será a nossa futura sede na Zona Norte do Rio de Janeiro. Esta comissão trará um dossiê com todos os detalhes pertinentes ao local, acesso e mobilidade para todos frequentarem a futura sinagoga. Foi decido que em 60 a 90 dias iremos fazer uma nova reunião para ouvir esta comissão.

    READ MORE >>
  • 30% dos Portugueses têm Ascendência Sefardita

    news-1

    Um estudo científico sobre a origem genética da população portuguesa, veio a comprovar que em Portugal, um dos países mais católicos da Europa, a população tem uma grande percentagem de origens judaicas na linhagem masculina. No entanto a maioria dos portugueses desconhece este facto, que por sinal foi revelado num estudo publicado pelo “The New York Times”, a University of Georgetown, EUA, e o Instituto Português de Saúde Ricardo Jorge, estudo este no qual o Prof. Jonathan Ray afirma serem cerca de 35% de população portuguesa a Sul do Tejo e cerca de 25% a Norte tem ascendência judaica, (de judeus sefarditas), estudo feito com base em investigações no ADN das populações de toda a Península Ibérica, ficou registado que 30 por cento dos portugueses e 20 por cento dos espanhóis são de origem judaica e 11 por cento de origem árabe e berbere em toda a Península Ibérica.

    READ MORE >>
  • O judeu português que fazia tremer S. Petersburgo

    news-1

    Como pode um simples grumete (aprendiz de marinheiro) tornar-se um dos homens mais poderosos da Rússia? O jornalista José Milhazes, correspondente da SIC em Moscovo, dá uma pista: “António de Vieira era uma pessoa extremamente competente, activa e corajosa”.

    READ MORE >>
  • Nós no Reconectar gostaríamos de desejar a todos os nossos amigos ao redor do mundo um feliz Pêssach.

    news-1

    Desejando aos nossos amigos ao redor do mundo um Hag Pessach Sameah para você e seus ente queridos. Que o espirito da unidade ao redor do Seder seja galvanizado à reconecção de nosso povo.

    READ MORE >>
  • Famílias do Ceará com Origem Judaica

    news-1

    Muitas famílias tem interesse em saber se de fato possuem origem judaica, recebo quase todas as semanas emails, e alguns telefonemas sobre esse tema, com isso, penso que seria interessante colocar aqui um pouco da minha experiencia, e uma orientação de como fazer a sua arvore genealógica. Bom, em primeiro lugar, a maior parte das famílias do Ceará assim como do resto do Brasil, podem ser descendentes de judeus que foram batizados em 1497, um ano antes à esta data o rei D. Manuel, decretou como parte do dote de casamento com a filha dos Reis Católicos da Espanha, a expulsão dos judeus, como a grande parte já não teve recursos para fugir, eles foram batizados no ano acima, ficando então com uma condição social desfavorável, então nascia assim os Cristãos-novos portugueses.

    READ MORE >>
  • Vinte e cinco cripto-judeus foram queimados na fogueira em Ancona, Itália, nesta data, em 1556

    news-1

    Vinte e cinco cripto-judeus foram queimados na fogueira em Ancona, Itália, nesta data, em 1556. Em resposta, Gracia (Hannah) Mendes Nasi, uma das mulheres mais ricas da Europa e ela própria uma Marrana Portuguêsa que tinha subornado o Papa para atrasar o estabelecimento da Inquisição em Portugal, organizou um boicote comercial do porto de Ancona, o que trouxe a ruína para a cidade.

     

    READ MORE >>
  • O Mistério do Otimismo Judaico

    news-1

    O mistério da sobrevivência judaica é um dos mistérios da civilização humana. Mas um mistério ainda maior é como nós judeus conseguimos sobreviver à história brutal e permanecermos otimistas, idealistas e dedicados a ajudar na construção de um mundo melhor. Não tenho uma resposta clara para este enigma, mas tenho orgulho de ser parte do problema.

    READ MORE >>
  • Bahia pode ter artefato judeu do séc. 17

    news-1

    Pesquisadores encontraram o que pode ser o registro material mais antigo da prática da religião judaica na América Portuguesa. Em um hotel do Pelourinho, em Salvador (BA), eles identificaram uma mikvé - local onde são realizados banhos rituais com o sentido de purificação e renovação (mais informações nesta página).

     
    READ MORE >>
  • Universo Sefaradi: Elos de uma Cultura Multimilenar

    news-1

    Quando em 31 de março de 1492 os reis católicos, Fernando e Isabel, assinaram o Édito de Expulsão dos Judeus de Espanha, interromperam um processo histórico importantíssimo: a presença em terras espanholas, de uma cultura ímpar e milenar, a cultura sefaradita.

    READ MORE >>
  • Brasileiros Anussim escrevem uma Hagadá de Pessach

    news-1

    Ao longo dos últimos anos um número crescente de Bnai Anusim, os descendentes de judeus convertidos à força ao catolicismo, têm feito esforços para se reconectar com suas raízes, ao mesmo tempo que as organizações judaicas têm intensificado os esforços para facilitar a sua reintegração com a comunidade maior. Como parte desse esforço de uma comunidade brasileira dos descendentes de judeus espanhóis e portugueses foi o autor de sua própria Hagadá de Pessach com textos simultâneas em hebraico e Português destinadas a seus companheiros Bnai Anusim.

    READ MORE >>
  • Belmonte Sinai Hotel – o 1º Hotel Kosher em Portugal

    news-1

    Belmonte sempre me fascinou! Talvez porque adoro o Distrito de Castelo Branco, porque sempre gostei da Vila de Belmonte com o seu ar misterioso, ou simplesmente porque sou um fã da Pousada de Belmonte, onde sempre dormi e comi como um Rei!! Esta semana, por motivos profissionais, recordei-me de Belmonte e ao saber das diversas e positivas mudanças que a Vila tem tido, resolvi escrever sobre uma das últimas: o novo Belmonte Sinai Hotel.

    READ MORE >>
  • SP inaugura Memorial da Imigração Judaica, em antiga sinagoga

    news-1

    A partir de 24 de fevereiro, o público terá acesso gratuito a acervo com documentos, objetos e obras raras que narram a história e a contribuição dos imigrantes judeus ao desenvolvimento do Brasil. Entre os itens apresentados na mostra permanente está o diário de viagem de Henrique Sam Mindlin, cuja família foi responsável pela empresa Metal Leve e pela Biblioteca Brasiliana Guita e José Mindlin. A relíquia, escrita em 1908, relata a experiência do garoto de apenas 11 anos que migrou de navio a partir de Odessa, na Ucrânia, até o Rio de Janeiro.

    READ MORE >>
  • Uma Princesa Cristã-Nova na Genealogia de Chico Buarque

    news-1

    Quem será o avoengo bahiano que Chico Buarque canta na sua genealógica "Paratodos"? Que histórias se escondem nessa teia ancestral? Quais os antepassados, por este ramo, que alcançaram a notoriedade? Qual a sua participação na história luso-brasileira? Quem são eles?

    READ MORE >>
  • Puiratas judeus no Caribe

    news-1

    Bem, aparentemente, haviam ainda vários piratas, como os irmãos Abraão e Moisés Cohen Henriques, Yaakov Koriel e David Abravanel, judeus ‘Portugueses’ a serviço dos holandeses ou dos ingleses, lutando contra os espanhóis que haviam levado seus pais e ainda continuavam a persegui-los com o seu ‘Santo Ofício’. Estes piratas mantinham o Shabat, montavam sinagogas em solos arenosos para os serviços e possuíam veleiros chamados de “A Rainha Ester”, “O Profeta Samuel” ou “Escudo de Abraão”, desde o Recife (no nordeste do Brasil) até as Guianas e as ilhas do Caribe.

    READ MORE >>
  • Ação da Inquisição Portuguesa no Brasil

    news-1

    A intensa ação inquisitorial na Península Ibérica levou grande número de suspeitos cristãos novos1 a buscar refúgio na América colonial. Pouco tempo bastou para que três tribunais religiosos fossem instalados: na cidade de Lima (Peru, 1570); México (1571) e, em Cartagena de las Índias (Colômbia, 1610).

    READ MORE >>
  • Lisboa vai ter museu dedicado à história dos judeus em 2017

    news-1

    A Câmara de Lisboa avançou hoje que o Museu Judaico da cidade deverá abrir portas «no primeiro semestre de 2017» no Largo de São Miguel, Alfama, estando por definir a arquitetura e o modelo de gestão do espaço. Numa resposta escrita enviada à agência Lusa, a autarquia referiu que o local foi escolhido por ser «emblemático para a comunidade judaica e para a própria cidade de Lisboa, na medida em que o bairro albergou a mais importante comunidade de judeus da Lisboa medieval».

    READ MORE >>
  • A Influência dos judeus cristãos-novos na cultura mineira

    news-1

    Essa diversidade deve ser reconhecida, respeitada e valorizada. Pois um povo que não conhece suas raízes, é um povo sem identidade. Pensando nisso, procuramos resgatar nesse estudo a influência da cultura judaica sefaradim na civilização brasileira, especialmente em Minas Gerais, que é o tema central da nossa pesquisa. Consideramos importantíssimo marcarmos essa influência e nos lembrarmos da vertente judaica junto com o índio, junto com o negro, junto com o português, e com vários outros povos – italianos, sírios e libaneses, poloneses, japoneses, etc. – que aqui vieram compartilhar conosco da sua cultura.

    READ MORE >>
  • Israel refloresta o Negev

    news-1

    Hoje é Tu BiShvat, a festa judaica que comemora o “ano novo das árvores”. Nada mais propício para falarmos de um tema interessante e importante para Israel e muitos outros países do mundo: reflorestamento. O prefixo “re” indica que trata-se de plantar árvores em uma região onde um dia houve vegetação. Será este o caso de Israel? Depende da escala de tempo. Nos últimos muitos séculos a Terra de Israel possuía pouquíssima cobertura vegetal. Já comentei em outro artigo o que Mark Twain escreveu em 1867 sobre a paisagem em volta de Jerusalém: repulsiva, sombria e enfadonha.

    READ MORE >>
  • Judeus e Portugueses: Um passado comum para construir um futuro mais brilhante

    news-1

    Esperamos que, à medida que o povo Português se “reconecte” com a sua ascendência judaica, e os judeus se “reconectem” com sua ascendência portuguesa, isso vá servir para reforçar e fortalecer os laços entre nossos povos.

    READ MORE >>
  • Portugal defende educação sobre Holocausto para impedir que se repita

    news-1

    O Governo português comprometeu-se a "não deixar esquecer" o extermínio nazi e insistiu na necessidade de promover a educação sobre "este episódio tenebroso" para impedir que se repita, assinalando os 71 anos da libertação do campo de concentração de Auschwitz.

    READ MORE >>
  • A Oração dos Anussim

    news-1

    Há uma oração com a qual os Anussim particularmente se identificam, na medida em que, alguns, acreditam que, inclusive, foi escrita por eles ou para eles. Trata-se da oração com a qual abrimos a noite mais sagrada do ano, a noite do Yom Kipur. Esta oração é chamada de ‘Kol Nidrei’.

    READ MORE >>
  • Uma Chanukiá na Rua dos Judeus

    news-1

    Depois de um bom tempo, acho que mais de 300 anos, a comunidade organizada, formada por judeus hispano-portugueses, aqueles oriundos dos forçados à conversão cristã no período da inquisição, celebrou o primeiro Chanuká em conjunto e com uma Chanukiá  fixa em frente a primeira Sinagoga das Américas, a Kahal Tzur Israel, localizada no Recife antigo.

     

    READ MORE >>
  • Judeus brasileiros mudam-se para Israel em números recorde

    news-1

    A imigração para Israel, ou aliyah, do Brasil mais do que dobrou nos últimos quatro anos, de 191 em 2011 para mais de 400 [em 2015]. O crescimento médio da aliyah para toda a América Latina, no mesmo período foi de apenas 7 por cento. Embora tenha aproximadamente a metade da população judaica da vizinha Argentina, o Brasil enviou mais imigrantes para Israel por dois anos consecutivos. Estima-se que 120.000 judeus vivem no Brasil.

     

    READ MORE >>
  • Judeus em São Paulo

    news-1

    No trabalho anterior, escrevemos sobre os pioneiros que chegaram a São Paulo no final do século 19 e começo do século 20. Detivemo-nos fundamentalmente nos bessarabers e nos sefarditas, agrupados em torno das duas sinagogas da Mooca. Agora falaremos das migrações ocorridas em função do nazismo, do fascismo e da retaliação árabe à proclamação do Estado de Israel, que compuseram a maior entrada de migrantes judeus posterior ao final da década de 1930.

     

    READ MORE >>
  • Judeus ibéricos deportados a São Tomé entre 1492-1497

    news-1

    As crônicas judaicas dos séculos 15 e 16 retratam o sofrimento dos exilados ibéricos face à expulsão da Espanha e o batismo forçado de Portugal. Nas travessias rumo as colônias d'Além Mar, maus tratos infringidos aos judeus e cristãos novos eram uma constante.

     

    READ MORE >>
  • Origens judaicas do povo brasileiro

    news-1

    A tolerância religiosa foi imposta pelo invasor protestante onde o catolicismo era predominante. Diante da imposição da liberdade de consciência, grupos de famílias judias de Amsterdã, de origem portuguesa, mostraram interesse em se estabelecer no Brasil-Holandês. Dominando o português, o grupo transformou-se em intermediário de todos os negócios que se efetuavam na terra conquistada. Cuidando de suas comunidades, fundando sinagogas e organizações beneficentes, os judeus, apoiados pelo Príncipe Maurício de Nassau, administrador das terras conquistadas, transformaram-se em agentes do crescimento econômico da região, especialmente de Recife, transformada na mais importante cidade de todo o Atlântico de meados do século 17.

    READ MORE >>
  • Purim na Rua dos Judeus em Recife

    news-1

    Além de celebrar o Purim no dia 4, na Sinagoga Braz Palatnik em Natal-RN, dirigentes e membros do Centro Israelita do Rio Grande do Norte- CIRN, viajaram à Recife no domingo, 8, para comemorar o momento junto a diversas comunidades judaicas do Brasil, em encontro com o Moré Ventura. O evento aconteceu na Rua dos Judeus, em frente à primeira sinagoga das Américas, a Kahal Zur Israel. Durante o encontro, o Moré Ventura contou a história da Meguilat Esther de forma lúdica, com encenações que agradaram a todas as faixas etárias. Músicas judaicas em ritmo nordestino, danças e brincadeiras também animaram os participantes.

    READ MORE >>
  • Quem são os “Anussim”?

    news-1

    Hoje, quinhentos e seiscentos anos depois, um fenômeno muito especial ocorre quando os descendentes daqueles que perderam sua identidade judaica nesta terríveis condições na Espanha e na América Latina (muitos chegaram aos estados do sul dos EUA), estão lentamente retornando às suas raízes judaicas em um processo lento, mas seguro. 

    READ MORE >>
  • Os Bnei Anussim celebram O Dia Global de Aprendizagem Judaica em Portugal

    news-1

    Em 2014, na quinta edição do Dia Global de Aprendizagem Judaica, o emissário da Shavei Israel em Portugal, o Rabino Elisha Salas, juntou-se na celebração do estudo. Ele liderou a pequena comunidade de Bnei Anussim de Belmonte, Portugal, em uma série de aulas, que seguiam o tema proposto pela organização deste Dia Mundial, em 2014: “Heróis e Vilões, Santos e Tolos: O Povo do Livro!”, onde cada sessão focava um personagem bíblico diferente.

    READ MORE >>
  • Pioneirismo musical judaico no Brasil Império

    news-1

    Durante o longo Reinado de D. Pedro II, a música brasileira teve uma evolução surpreendente. A participação ativa de músicos da dimensão de Louis Moreau Gottschalk, Fred Figner e irmãos Levy, permitiu avanços significativos como a elaboração das primeiras gravações em estúdio, o uso constante de fonógrafos e a comercialização de partituras e instrumentos musicais.

     

    READ MORE >>
  • Qual a função de uma Rabino na comunidade judaica?

    news-1
    No famoso livro da tradição judaica Oral, a Ética dos Pais, aprendemos: “Faça para você um Rabino!”, instruindo todo judeu a buscar um Rabino para servir como guia em sua jornada no mundo. Hoje em dia, um Rabino seria aquele que recebeu a ordenação rabínica necessáriapossuindo um alto conhecimento de halachá (lei judaica). Estes seriam as autoridades judaicas máximas capazes de responder e resolver as diversas questões haláchicas. Praticamente toda comunidade judaica possui um Rabino, e aqueles que não possuem um Rabino particular, acatam decisões de outros Rabinos.
    READ MORE >>
  • Festa de “Pessach” ou Festa das “Matzot”

    news-1

    No caso de Pessach, nos ensinaram que esta festividade possui quatro nomes: Chag HaPessach (Festa do Salto), Chag HaMatzot (Festa do Pão Ázimo), Chag HaAviv (Festa da Primavera) e Chag HaCheirut (Festa da Liberdade). No entanto, já de grande, me aprofundei mais sobre o assunto, e percebi que os dois primeiros são os mais utilizados, e, por mais estranho que possa parecer, Chag HaPessach não se refere, historicamente, à festa que celebramos hoje.

    READ MORE >>
  • Êxodo na era moderna: a notável história das comunidades judaicas emergentes de El Salvador

    news-1

    Todos as tardes de sexta-feira, um êxodo extraordinário da era moderna, acontece em San Salvador. Entre 50 e 60 pessoas percorrem seu caminho de ônibus ou carro (nunca caminhando pois é muito perigoso!) para a Beit Israel, a sinagoga na capital de El Salvador. Trazem consigo uma variedade de lanches, refeições e sobremesas, além das mudas de roupas para o fim de semana.

    READ MORE >>
  • Uma visita à terra dos cripto-judeus em Portugal

    news-1

    Tomei conhecimento da tal comunidade há mais de 10 anos, após uma reportagem na TV portuguesa que assisti em Lisboa e através dos artigos e livros da querida Anita Novinsky. Finalmente, ia poder saciar minha curiosidade e, logo depois de minhas palestras no Congresso Europeu de Medicina Intensiva, realizado em 2008, em Lisboa, fomos, minha mulher, Betty, e eu, em direção a Belmonte, uma cidade da Beira-Baixa, no norte de Portugal. Durante essa viagem, sempre que visitávamos locais históricos, éramos respaldados por informações obtidas em livros de historiadores, o que a tornou ainda mais interessante e emocionante.

    READ MORE >>
  • Judeus no México

    news-1

    Apesar da presença judaica no México datar dos primórdios da conquista espanhola, no século 16, a atual comunidade judaica data do final do século 19 e início do século 20, quando chegaram ao país diferentes levas de imigrantes judeus oriundos do Império Otomano e da Europa.

    READ MORE >>
  • Médicos cristãos novos abandonam Portugal em 1614

    news-1

    Médicos e cirurgiões exerceram a medicina em Portugal na Idade Média e início dos tempos modernos. Seus sobrenomes são citados nos “Livros de Chancelaria Real dos Reis de Portugal” ou em obras dedicadas à medicina lusitana. Na “Lista de 1614”, encontrada em Lisboa no Arquivo Nacional da Torre do Tombo, achei dados curiosos sobre esses profissionais da saúde.

     

    READ MORE >>
  • O mistério da Torá de Salamanca

    news-1

    Minhas relações com as colônias sefaraditas de todo o mundo permitiram conhecer os sentimentos que perduravam na maioria dos judeus espanhóis, depois de 400 anos do seu desterro. Conservavam o castelhano como idioma vernáculo, um tesouro, que chamavam de maternal. Era um delicioso castelhano do século 15, cuja fonética os espanhóis tinham esquecido.

    READ MORE >>
  • Sobrenomes Judaicos

    news-1

    Os judeus sefaradim dão a seus filhos o nome dos avôs, que geralmente estão vivos. Assim, numa árvore genealógica sefaradí vai-se encontrar o mesmo nome a cada uma geração em média. Se alguém ler a história da Espanha não saberá às vezes distinguir quem morreu e quem continua vivo. Será o avô ou o neto?

    READ MORE >>