Lisboa vai ter museu dedicado à história dos judeus em 2017

news-1

A Câmara de Lisboa avançou hoje que o Museu Judaico da cidade deverá abrir portas «no primeiro semestre de 2017» no Largo de São Miguel, Alfama, estando por definir a arquitetura e o modelo de gestão do espaço.

Numa resposta escrita enviada à agência Lusa, a autarquia referiu que o local foi escolhido por ser «emblemático para a comunidade judaica e para a própria cidade de Lisboa, na medida em que o bairro albergou a mais importante comunidade de judeus da Lisboa medieval».

A autarquia recordou que o presidente do município, Fernando Medina (PS), «deu continuidade a uma ideia que remonta ao mandato de João Soares [agora ministro da Cultura] e foi depois prosseguida também por António Costa [atual primeiro-ministro], no sentido de promover as condições para, num quadro institucional alargado, ser criado um equipamento museológico que evocasse a importância das comunidades judaicas para a identidade multicultural de Lisboa».

s